quarta-feira, 30 de maio de 2012

Cicloaventura pela Serra da Canastra (Serra da Babilônia)


5.º CicloTour Serra da Canastra - Serra da Babilônia

   Maio de 2012. Novamente me junto aos amigos do Mountain Biker's Brasil para participar do 5.º Ciclotour Serra da Canastra! Resolvi voltar pela terceira vez a este lugar maravilhoso, veja aqui como foi a primeira e a segunda cicloaventura, por vários motivos. Primeiro, é claro, pela companhia dos amigos mas também por ainda não conhecer a parte baixa da Casca d'Anta, lugar de paisagens e belezas exuberantes que, tenho certeza, jamais esquecerei! Vejam abaixo como foi a nossa aventura.
   E para não passar em branco é claro editei um vídeo com os melhores momento da viagem! Foram tantas as fotos que até agora fico na dúvida se escolhi as melhores... mas, enfim, está ai o vídeo pronto... Espero que gostem!


Os preparativos

   Para mim todo os preparativos para a aventura começaram na semana da viagem porque somente em cima da hora consegui confirmar a minha presença. Depois de todos aqueles momentos digo tranquilamente que valeu muito a pena ter participado de mais esta edição do CicloTour!

A viagem

   Consegui carona com meu grande amigo Marcos Goes e juntos nos encontramos com o restante da trupe em Jaguariúna/SP com o pessoal já animadíssimo para pegar a estrada! E vejam que ainda tínhamos umas 6 horas de viagem pela frente hein...
  Os quilômetros foram passando, passando e o cansaço provocado pela falta de uma boa noite de sono nos pegou. Paramos na estrada para tomar um café e a partir deste ponto deixei o Marcão descansar um pouco né. Assim eu assumi o pilot e continuei o percurso até a Canastra. Felizmente não tenho sono quando dirijo e a viagem correu tranquila! E vejam só como fomos recebidos quase chegando à pousada! 

A chegada na Pousada Babilônia e a merecida soneca!

   Chegando na Pousada Babilônia fomos recebidos com um café da manhã tipicamente mineiro, com direito a café com leite, queijo fresco, frutas e pão de queijo! Humm, deu água na boca agora! kekeke. O clima estava frio e eu estava morrendo de sono, por isso acabei recusando o convite para a caminhada que rolou de manhã. Montei minha barraquinha e cai para dentro viu. Só acordei assando lá dentro com o Sol já a pico! rsrsrs

Aquecendo os motores... Trilha até a Cachoeira do Quilombo

   Depois da breve soneca e de um almoço reforçado percorremos uma trilha bem tranquila, de menos de 10 km, até a Cachoeira do Quilombo. Durante este breve percurso já foi possível vislumbrar o que nos aguardaria no dia seguinte! Certamente muita coisa boa estava por vir ainda.
   Já na cachoeira aproveitamos para curtir o local e tirar muitas fotos! O único pesar foi não termos chegado ali antes para poder ficar mais tempo. Uma pena mesmo. Mas ok, no futuro vamos aproveitá-la melhor e quem sabe percorrer uma outra trilha que descobrimos que parte de lá.
   A noite aproveitamos para brincar com as máquinas digitais tirando algumas fotos noturnas. É claro que ficamos deslumbrados ao observar o verdadeiro céu noturno! "Verdadeiro" porque aqui em nossa região é impossível contemplar toda a sua beleza devido a poluição luminosa!


Trilha de MTB até o Parque Nacional da Serra da Canastra

   Durante o percurso até a cachoeira encontramos algumas pedreiras pelo caminho! kekeke. Na ida enfrentamos a temida Serra Branca, uma subidaça cheia de pedras e cascalho solto. Ali só as mountain bikes e os 4x4 conseguem subir viu! 
   ...mas também  pegamos algumas descidas né, afinal ninguém é de ferro! 
   Ainda no percurso de ida aproveitamos para almoçar e renovar as energias antes de chegar ao parque.
   O Parque Nacional da Serra da Canastra foi criado por decreto em 1972 sendo administrado primeiramente pelo IBAMA e agora, mais recentemente, pelo ICMBio. É um local muito bonito para se visitar e é lá que encontramos a famosa Cachoeira Casca d'Anta com seus 186 metros de altura!


   Após aproveitarmos bastante os momentos diante daquele belo cenário iniciamos o retorno para a pousada ainda maravilhados com toda aquela natureza. Assim deixamos o parque no meio da tarde e, de cara, já pegamos mais uma subida das boas!
   Conforme planejado realizamos parte do retorno a noite. Antes de alcançarmos o topo da Serra da Babilônia paramos por alguns instantes para acompanhar uma expedição de Jipeiros que passava por nós. Os mais educados, a maioria deles, acenavam para gente dando aquela força mas sempre encontramos uns poucos sem este espírito de solidariedade né!
   Durante a trilha noturna, na minha opinião uma das partes mais legais do percurso, não enfrentamos o frio que esperávamos no topo da Babilônia. Ufa, sorte nossa viu! De quebra ainda pudemos presenciar mais um belo espetáculo que foi acompanhar o por do Sol lá de cima!
   Pudemos reencontrar, e eu pela primeira vez, o famoso Canastrão, ou seria Canascão, rsrsrs, cachorro que nos acompanhou por longos 25 km até o retorno a pousada.
   Com os faróis ligados enfrentamos bravamente as dificuldades da descida da Serra Branca não abusando (um pouquinho só talvez! rsrsrs) da descida! Como eu, o Mario e o Goes descemos um pouco mais rápido  que o pessoal tivemos o privilégio de ver os faróis da galera ainda lá em cima da serra. Surreal!
   Depois de mais algum tempo de pedal chegamos finalmente a pousada. Lá todos se cumprimentaram e foi possível ver nos olhos de cada um de nós a alegria por mais esta aventura realizada. Afinal nem todos tem estas oportunidades na vida não é?!
   Depois de um belo banho e de um farto jantar nos reunimos para petiscar algo e para tocar violão! Eu, como não sei cantar e nem tocar acompanhei como pude... ou seja, balancei a cabeça né! kkkkk

O retorno

   Domingo de manhã desmontamos as barracas e nos despedimos da Dona Eliomar, a proprietária da pousada. Pegamos a estrada de volta para casa e fizemos uma viagem tranquila chegando todos bem casa. O único incidente que aconteceu no retorno foi com a Astro que teve a mangueira hidráulica do freio serrada por uma linha com cerol! snif, snif. Vejam só o perigo disso! Ainda bem que foi ela e não a garganta de um motociclista hein! Mas enfim, são coisas que acontecem e isso não tirou o brilho da viagem!

Agradecimentos

   Aos meus amigos canastreiros: Cynthia, Goes, Gustavo, Jota, Lurdinha, Marcio, Marcos, Mario, Marisa, Tião e Zwi! Além deles agradeço também ao  meu tio Luiz por me emprestar a barraca. Sem ela as noite seriam muito mais frias na Canastra! kekeke. Agradeço também ao Marcio pelo empréstimo do seu farol, ele foi essencial na descida da Serra Branca! Nem imagino como seria estar lá sem ele!



Registro fotográfico e trilha em GPS

   Pessoal, seguem abaixo mais fotos da nossa aventura assim como as trilhas mapeadas em GPS. Divirtam-se!


>> Fotos do Jota <<
>> Fotos do Goes (1.º dia) - (2.º dia) <<


Abraços,
nos vemos,
Denis Rodrigues



7 comentários:

J O T A disse...

Aaaagora sim heim Denis!!!! Parabéns pelo relato e obrigado por embarcar em mais essa aventura conosco!!! Abraços

Denis Rodrigues disse...

Fala capitão, tudo em riba!

Muito legal saber que gostou! Obrigado novamente pela companhia e ano que vem tem mais né! rsrsrs

ANTHONY JONES disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ANTHONY JONES disse...

Denis, parabéns pelo vídeo. As belíssimas fotos foram trabalhadas harmoniosamente com as imagens em vídeo. Os fade-in e fade-out nos momentos e tempos certos. É o primeiro vídeo acima dos 10' que assisto sem perceber o tempo passar. Isso significa que a edição ficou 10!!! Grande abraço.

Denis Rodrigues disse...

Grande Anthony, beleza cara!

Com todos estes elogios fico até sem graça hein meu companheiro. (-;
Antes de fazer esta edição fiquei lembrando das nossas conversas (inclusive do site que indicou) e resolvi colocar tudo em prática desta vez! Muito legal que gostou!

Abraços,
Denis

Pedro Barreto disse...

Grande Denis, cara agora que parei pra ver as fotos direitinho! Quase chorei de tristeza por não ter ido junto ;-)

Show de fotos, o vídeo então nem se fala. ANIMAL!

Parabéns meu velho!

Abs

Denis Rodrigues disse...

Grande Pedrão!

Cara sentimos muito a sua falta nesta aventura hein meu camarada! Mas sei que é canastreiro e na próxima estaremos juntos novamente!


Abraços,
Denis