segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Olá pessoal.
Em setembro temos um evento bem bacana aqui em Campinas. O grupo Domingueiras Bike e a loja Squadra Bike Shop estarão presentes!


Certamente será um evento bem bacana, não deixem de participar!

segunda-feira, 6 de abril de 2015

3 de 3: Em ação!


Olá pessoal!

   Eis aqui a última postagem falando sobre a "bicicleta nova". No primeiro texto comentei sobre as considerações que me levaram a escolher uma 27,5", no segundo deixei algumas dicas de montagem e agora, no terceiro e último post, vou escrever sobre minhas primeiras impressões a respeito da VENZO VERO 27,5" nas trilhas! Vamos lá.

   Para começar acho bacana cometar sobre a minha antiga bike, uma ASTRO COMET 26". A configuração dela sempre focou o conforto e foi com ela que pedalei milhares de quilômetros, fiz 3 cicloviagens, 1 travessia (Campinas-Pederneiras) e 1 AUDAX 200 km. 

   Com a VERO resolvi inovar em diversos pontos. Montei ela com algumas diferenças em relação as minhas ideias iniciais, como por exemplo o tamanho do quadro, a relação, o modelo do selim e por ai vai...

O peso é importante?

   É um fator importante mas confesso que nunca foi mandatório para mim. Obviamente com a forte chegada dos "rodões" a uns 3 anos atrás este item adquiriu mais importância visto que vencer a inércia de uma roda maior, principalmente se o perfil da trilha exige muitas retomadas, consome uma energia considerável. Um bom conjunto de peças, com qualidade e durabilidade, garante este item por tabela! A bike ficou com 12 Kg cravados (sem pedais) e senti que os 2,5 kg a menos na trilha fizeram a diferença.

Altura do guidão
   
   Neste ponto não percebi muitas diferenças para a ASTRO. Montei a VERO com 3 cm de espaçadores e com a "mesa" negativa. Esteticamente ficou bem bonita e devido a maior altura da frente da 27,5" em relação a 26" ela ficou bem confortável

Funcionamento da suspensão

   A suspensão ULTRA XC (Proshock) trabalhou conforme eu imaginava. Bem rígida quando travada e com boa leitura de terreno no modo ativa. Com o tempo talvez eu faça pequenos ajustes na pressão... 

Relação de 20 velocidades

   Este foi o ponto que mais senti diferença entre as 2 bikes. Uma relação de 20 velocidades não admite preguiça, ou seja, muitas vezes é necessário utilizar as 2 alavancas para chegar na marcha correta. Mas é apenas uma questão de conhece-la melhor tenho certeza!

Pneu small block 1.95 de kevlar 

   Montei a bike com um pneu de excelente qualidade da CST que certamente indicarei para os amigos/clientes. Senti a bike muito mais rápida no asfalto (comparada ao Maxxis Crossmark) e com excelente aderência na terra. Certamente aprovado!

Rodas 27,5" x desempenho

    Ainda é um pouco cedo para uma avaliação mais criteriosa mas o viés é positivo. Deixando de lado o fator psicológico (bike nova) assim como os outros componentes que melhoraram em relação a ASTRO 26" senti um ganho de performance com VERO 27,5". Digo que é cedo porque a performance deve ser comparada em diferentes tipos de trilhas para que se tenha uma ideia global a repeito de ganhos... 

   Bom, agora é deixar a preguiça de lado e pedalar! Abaixo segue o link com as fotos do pedal de estreia no qual percorri o trecho entre Campinas e Jaguariúna, ida e volta, com o Domingueiras Bike. Foram 69 km muito bem rodados!




:-:-:-:-: FOTOS CLIQUE AQUI :-:-:-:-:


Abraços,
Denis Rodrigues
(Squadra Bike Shop)

domingo, 5 de abril de 2015

2 de 3: Montagem


Olá pessoal!


   Continuando a postagem sobre minha nova bicicleta vou escrever um pouco sobre como foi sua montagem. Esta etapa, inclusive, suscita algumas dúvidas bem pertinentes. Vale mais a pena montar uma bicicleta ou comprar uma montada?



   Este é aquele tipo de pergunta que não tem uma resposta definitiva do tipo SIM ou NÃO, pois depende de inúmeros fatores... Posto isso me sinto mais tranquilo para citar as vantagens que se tem ao montar uma bicicleta. Eu inclusive já estou na terceira! rs



- Custo: Geralmente é menor pois é possível escolher um quadro de qualidade, não necessariamente com grife, economizando $ para investir na relação por exemplo. Note que não citei nada a respeito da qualidade deles pois quadros ditos de "grife" são invariavelmente muito bons;




- Personalização: Uma das coisas mais legais de se montar uma bike é poder escolher cada um dos detalhes dela! O único cuidado aqui e o de procurar uma loja para auxiliar na escolha e compatibilidade das peças;




- Ajustes: Algumas pessoas precisam, por exemplo, de guidões bem altos para evitarem dores de coluna. Em bicicletas "compradas na caixa" este ajuste quase nunca é possível.


   Após estes breves comentários vamos a alguns detalhes da montagem:


Rodas: detalhes como tipo do raio (polido, preto, aço, inox, flat) e do aro (flange alta ou baixa, para disco ou v-brake) são importantes mas não se deve esquecer da qualidade da montagem. Itens como o posicionamento do bico entre os raios, tensão, cruzamento e "guarda-chuva" da roda devem ser bem feitos para que a roda seja resistente!



Freios: A correta instalação dos freios, principalmente os hidráulicos, evita muita "dor de cabeça" para o biker. Não é raro ver por ai cabos hidráulicos enrolados na bike (mal dimensionados para a bicicleta), pastilhas mal posicionadas em relação ao rotor entre outros...



Suspensão: A espiga da suspensão vem originalmente bem grande de fábrica. Quando não se tem certeza sobre o quanto cortá-la o ideal é deixar pelo menos 2 cm de reserva sobre o suporte de guidão. Caso a pessoa se adapte ao tamanho configurado este excesso pode ser retirado no futuro... caso contrário é possível utilizá-lo para subir o suporte de guidão (mesa); 



Cabeamento: os 3 principais cabeamentos da bike são os de freio, marchas e suspensão. Para todos eles valem as mesmas dicas: Evitar curvas acentuadas, não deixá-los muito curtos ou longos (oferecem risco!) e respeitar seus posicionamentos no quadro evitando cruzamentos (estético);



Pneus: respeitar sempre a indicação de rotação (drive rotation) indicada pelo fabricante. Até que se prove o contrário eles sabem o que fazem ok! (-;



Terminais de cabos e conduítes: mais do que meros enfeites eles são importantes para manter a qualidade dos cabos (vedação), precisão das marchas além de evitarem que os cabos se desfiem (o que complicaria a manutenção);



Posicionamentos: A posição e espaçamento dos câmbios e do movimento central em relação ao quadro segue um conjunto de práticas que visa fazer com que as marchas funcionem de maneira precisa. Neste item não entrarei em muitos detalhes mas saibam que a instalação é muito mais que colocar as peças e apertar parafusos!



Lubrificação: Deve ser realizada sempre. Lembre-se que as peças instaladas sem lubrificação sofrem mais com a ação do clima. Lubrificar aumenta a vida útil da peça e facilita uma futura desmontagem para reposição!



   E é com este nível de detalhe que se realiza uma boa montagem de bicicleta. É bem como diz o ditado: - "a riqueza está nos detalhes".



   Vejam abaixo o resultado da brincadeira, rs. 




   Nó próximo e último post sobre a "nova bicicleta" vou deixar as primeiras, mas não definitivas, impressões sobre a bike! Aguardem...


Abs,
Denis Rodrigues

Nota: Algumas imagens que ilustram este post foram retiradas da internet. Consulte os links abaixo para as fontes originais:
http://pt.dreamstime.com/foto-de-stock-royalty-free-teste-padr%C3%A3o-sem-emenda-do-colletion-grande-do-vetor-da-pe%C3%A7a-da-bicicleta-image13526365
- http://xtrafit.pt/principio-custobeneficio-fica-em-forma/
- http://biketrialbrasil.com/loja/54-guidao-gu.html
- https://www.youtube.com/watch?v=QcYBioLPbxw
- http://www.preciolandia.com/br/espiga-canote-suspensao-proshock-over-ah-8uo0m6-a.html
- http://pt.depositphotos.com/13832616/stock-illustration-entangled-monochrome-vector-background.html
- http://www.forumbtt.net/archive/index.php/t-40315.html
- http://pedaleria.com/conduites/
- http://www.revistabicicleta.com.br/bicicleta.php?cambio_dianteiro&id=4466
- http://pedaleria.com/graxa/

sábado, 4 de abril de 2015

1 de 3: Projeto bike nova


Olá pessoal,
   há algum tempo tenho pensado em montar uma bike nova para mim. Hoje em dia são tantas as opções de modelos e configurações que um leigo, sem a devida ajuda, corre um sério risco de comprar a bicicleta errada! Foi pensando nisso que resolvi escrever estes posts... para que sirvam como um direcionamento na hora de escolher a amiga preferida!



   Detalhes a parte segue abaixo a primeira parte (de três) da odisséia, rsrs. 

Escolhendo o tamanho do aro!

   Esta talvez seja a maior dúvida para quem pensa em comprar uma bike nova. Para decidir isso não se baseie apenas no feedback do melhor amigo. Cada pessoa é única e tem expectativas diferentes... Pense nisso!



   É necessário informar-se bastante para não haver arrependimento. Veja abaixo alguns fatores a considerar:

- Seu tamanho (na verdade de seu "cavalo");
- Valor a ser investido: 27,5" e 29" são mais caras;
- Finalidade: lazer, competição, trabalho;
- Opções de modelos e cores;
- Seu desejo...



Muitas dúvidas entre 26", 27.5" e 29"? 
Clique aqui e leia um excelente artigo sobre o assunto!


   Os fatores acima não estão necessariamente em ordem de importância mas devem ser considerados sempre!

   No meu caso optei por uma bike de valor intermediário, com o tamanho de quadro ideal para mim e configurada (peças) para a prática de MTB Cross Country (XC).

Escolhendo as peças!

Quadro: VENZO VERO 27.5x17" - bom custo benefício, tubos do Chain Stay de alturas diferentes = menor torção,  freio post mount, solda polida, excelente acabamento e bom peso;



Suspensão: Proshock 27,5" Ultra XC - 100 mm - ar e óleo - trava remota. Leve, certificada Inmetro, boa leitura de terreno e ótimo pós venda;





Grupo: Shimano Deore de 20v. É um grupo intermediário mas com tecnologias interessantes como pedivela integrado, cambio T Shadow+ e grupo de 20 velocidades!




Porque uma 27,5" com 20 velocidades?

   No meu caso em específico por diversos fatores, rsrs, mas de forma geral porque foi a bicicleta/configuração que melhor atendeu aos requisitos "valor / modelo / finalidade / desejo" definidos por mim antes da compra!

   Bom, depois de chegarem todas as peças só faltava mesmo montá-la! Acompanhem o próximo "post" que vou deixar algumas dicas interessantes sobre esta etapa!

Abs,
Denis Rodrigues

Nota: Algumas imagens que ilustram este post foram retiradas da internet. Consulte os links abaixo para as fontes originais:
- http://www.zagosat.com.br/duvidas.php#
- http://www.japaoemfoco.com/cao-que-anda-de-bicicleta-no-japao/
- http://www.espiritooutdoor.com/vantagens-das-bicicletas-275/
- http://www.preciolandia.com/br/suspensao-mtb-proshock-ultra-xc-para-26-9c8fzd-a.html
- http://www.venzobike.com/index.php

domingo, 1 de março de 2015

Pedal Santos - Guarujá

Olá pessoal,
   o Domingueiras Bike está organizando para dia 15/março (Domingo) um pedal para a PRAIA. Vejam abaixo informações de como participar!




Inscrições:
Podem ser realizadas no link abaixo. Confirmação e reserva somente APÓS pagamento:


Frutas:
Agradecemos a Star Cool Ar Condicionado pela parceria nesta programação com a doação de uma mesa de frutas para os bikers!

Pagamento:
(Transferência, Dinheiro, Crédito ou Débito)
Turismo Vital: http://www.turismovital.com.br/

::Conta
Itau
Ag: 0940
C.c: 08267-0
Andre H. Fahl Turismo ME
CNPJ: 19.947.189/0001 - 52

(Dinheiro ou Débito)

Encontro:
Local: Portaria 1 da Lagoa do Taquaral (pedalinhos)
Horário: Concentração as 4h00 e saída pontualmente as 4h30.  

Acompanhantes:
Temos opção também para acompanhantes que não irão pedalar mas querem desfrutar do passeio. Haverá uma VAN para levá-los até a praia. Mais informações consultem a Turismo Vital

Percurso:
- Vamos desembarcar em Santos e iremos pedalando até o Guarujá. Lá curtiremos uma praia durante o dia e por volta das 15:00 horas iniciaremos o retorno fazendo o inverso do caminho até o local do ônibus;
- A saída de Santos será realizada pontualmente às 17:00;
- Dificuldade técnica e física: Moderada para quem já pedala;

Importante:
- Não incluso alimentação (existem várias opções na praia)
- Chuveiro e Banheiro (utilizaremos a estrutura dos próprios quiosques)
- Sem carro de apoio
- Levar a bike revisada e pedalar com todos os EPIs 

Contatos: 
Andre (Agência): 99594-7100
Denis (Squadra):  3327-2950
Fátima Souza (Para Elas): 99132-8496
Sandrinha (Para Elas): 99836-4498

Abraços,
Domingueiras Bike